Recrutamento e seleção de resultado

Cada vez mais o mercado de trabalho torna se mais exigente e competitivo. Empresas não querem e não podem perder nem tempo e nem dinheiro. E é claro que isso reflete no que se espera do processo de recrutamento e seleção. Afinal o recrutamento e seleção de pessoas é um dos processos mais importantes para uma companhia.

Atrair e reter talentos continua sendo um desafio permanente para qualquer organização.
A assertividade virá por meio de planejamento e metas bem definidas. Nesse contexto, um recrutamento eficiente é muito importante para o RH estratégico de qualquer empresa.

Isso porque um processo seletivo bem estruturado, atrai os melhores profissionais, retém talentos e gera resultado para a corporação.

Mas como alcançar isso?

Somos especialistas nesse processo e lhe daremos algumas dicas:

  1. Saiba e divulgue bem o que a companhia precisa: tenha claro o job description da vaga, alinhe os requisitos essenciais para o gestor da vaga e seus pares. Pode parecer besteira, mas tem muito recrutador procurando algo que nem ele sabe direito o que é. Sente com todas as partes envolvidas e desenhe detalhadamente o que vocês procuram.
    Ao divulgar a vaga, lembre se de não somente descrever os requisitos técnicos necessários, mas também o perfil requerido para que o candidato esteja alinhado a cultura da sua empresa. Afinal o “candidato perfeito” atualmente é aquele que é capaz de performar melhor estando alinhado com a cultura organizacional e propósito da empresa.
  2. Outro fator que pode ser decisivo para o sucesso nas contratações é a inovação: fuja do mais do mesmo e aplique as melhores práticas do mercado. Use e abuse das mídias sociais e ferramentas on line para contratação. Existem aplicações voltadas para facilitar o processo como um todo, dando uma melhor experiência não só para o recrutador mas também para os candidatos.
  3. Treine e motive seus funcionários: Manter seus funcionários motivados não só lhe ajuda a reter talentos, mas também a recrutar mais e melhor. Já que um colaborador motivado projeta crescimento na empresa, se aplicando assim para processos internos, e também indica bons profissionais para vagas abertas.
  4. Recrutar é uma via de duas mãos: o candidato tem que provar que é um bom fit para a sua vaga e o recrutador provar que sua empresa é atrativa. O mercado tem chamado isso de marca empregadora. Existem diversos passos para que você desenvolva sua marca empregadora, alguns já citados acima, outros mais complexos. Mas o que você tem que ter em mente é que sua proposta de valor vai definir que tipo de profissional a empresa está buscando, indicando a identidade, cultura e missão da empresa, e principalmente como seus colaboradores são remunerados por seu trabalho.

Poderíamos ficar aqui escrevendo muito sobre um dos assuntos que mais somos apaixonados.
Esperamos que nossas dicas lhes ajudem, mas se você precisar saber mais, vamos continuar essa conversa tomando um café.

Luanny Faustino

Compartilhe isso: