Como engajar pessoas para alavancar resultados?

Engajar pessoas é um grande desafio para as organizações, principalmente por conta da competitividade que existe hoje no mercado. O objetivo deste artigo é esclarecer como isso pode ser feito pelas lideranças e departamentos de RH.

Engajamento e motivação

A motivação é um fator intrínseco e está diretamente ligada à satisfação dos valores de cada ser humano. Ou seja, nos sentimos motivados a fazer algo na medida em que vemos sentido na atividade que realizamos, e esta atividade satisfaz aspectos que valorizamos e que são importantes para vivenciarmos realização e felicidade.

A ruptura com o sentido do trabalho faz com que as pessoas percam a motivação.

No ambiente organizacional, muitas vezes, os colaboradores realizam tarefas mecanicamente e perdem de vista o objetivo das atividades realizadas. Não sabem, com clareza, a razão de existir do seu cargo, a importância e impacto do seu trabalho para o negócio.

O reflexo disso é uma mão de obra não criativa, desmotivada e pouco envolvida com os resultados e sucesso da empresa.

Como engajar pessoas?

Para que o colaborador vista a camisa da organização é importante envolvê-lo no contexto ao qual a empresa está inserida, compartilhar os desafios e metas, garantir que todos tenham visão do todo e do negócio e entendam como o seu trabalho contribui para o bom andamento da organização.

Comemorar vitórias e envolver os colaboradores na elaboração de estratégias, criar um ambiente propício para que as pessoas se sintam parte da empresa, compartilhem decisões, discutam resultados e novas opções, também é muito positivo para engajar pessoas.

Ouvir os colaboradores é outro ponto importante. Isso deve acontecer de forma constante, e com empatia por parte da gestão. Também é necessário fornecer os treinamentos, recursos e ferramentas adequadas para que os profissionais possam desenvolver seu trabalho de forma efetiva.

Aliás, gente gosta de ser tratada como gente. Quando as pessoas percebem que a organização as vê como número, há uma quebra na relação com a empresa e esta torna-se estritamente uma relação comercial, com pouca entrega e envolvimento. 

Se quiser saber mais sobre como engajar pessoas, mande uma mensagem para nós!

Priscila Prado
CEO – Vislumbre RH

Compartilhe isso: